Murilo De Paula


Bacharel em Artes Cênicas pela Unicamp (2007), é ator/bailarino, dramaturgo, diretor e professor de artes cênicas. Cofundador e integrante da Nave Gris Cia Cênica.Foi diretor de atores nos espetáculos Arrimo (2019) e Transamazônica (2019), ambos do Núcleo Macabéa. Foi assistente de direção do espetáculo “Cabras – Cabeças que voam, cabeças que rolam”, da Cia Teatro Balagan. É autor das peças Kumbhakarna (2016), Ana não está (2013) e o Poço (2013). Dramaturgo no Projeto Territórios de resistência, narrativas em disputa – Florestanias (2019) e do espetáculo Arigós – Primeiros Riscos da Borracha, da Cia Mundu Rodá.  Integrou o Núcleo de dramaturgia SESI/Britsh Council (2011-2012). Como artista pedagogo, foi orientador de dramaturgia do Projeto Espetáculo da Fábrica de Cultura do Itaim Paulista (2018); professor de dramaturgia no Curso Profissionalizante de Teatro Musical do SESI (2015). Atuou como dramaturgista nos processos de criação cênica dos Núcleos de Artes Cênicas do Sesi NACs de 2013 a 2015.  Foi artista orientador de teatro pelo Programa Vocacional (2012-2019) e no Projeto Ademar Guerra (2011). Participou do Núcleo Experimental do SESI (2008-2009), quando atuou nos espetáculos O Bailado de Flávio de Carvalho e Notas da Superfície. Dançou o espetáculo de butô Mabe Ma (2010), dir. de Tadashi Endo. Integrou a Caleidos Cia de dança (2011-2012) como intérprete nos espetáculos Mapas Urbanos e Para seu Governo.